LIVRO
Perfil Atual e Tendências do Cirurgião-Dentista Brasileiro
GUIA
Controle de tabaco

GERENCIAMENTO
Resíduos de Serviços de Saúde
CADERNO
Atenção Básica

 

Diretoria da ABO Nacional toma posse em Minas Gerais


Diretoria da ABO Nacional para a Gestão 2010-2013 .

Com representação de diversos setores profissionais, instâncias do poder público e iniciativa privada, nacionais e internacionais, a nova Diretoria da ABO Nacional tomou posse solene na última sexta-feira (5/2), em cerimônia que reuniu 500 convidados nos salões do Ouro Minas Palace Hotel, em Belo Horizonte (MG). Como presidente do Conselho Executiva Nacional (CEN) da entidade para a Gestão 2010-2013, assumiu o cirurgião-dentista mineiro Newton Miranda de Carvalho.

Também tomaram posse os cirurgiões-dentistas Manoel Jesus Rodrigues Mello (CE) como vice; Marco Aurélio Blaz Vasques (RO), secretário-geral; e Wesley Borba Toledo (DF), tesoureiro-geral, além dos novos vice-presidentes regionais, membros do Conselho Fiscal Nacional (CFN) e suplentes – a relação completa pode ser acessada no portal da entidade (www.abo.org.br).

Participaram da cerimônia as Seções RN, SP, CE, RS, TO, PB, MG, RJ, ES, GO, DF, MT, AL, PA, PE, RO, PR, AP e BA; as Regionais Montes Claros, Juiz de Fora, Contagem, Muriaé, Itajubá, Ipatinga, Taguatinga e Pouso Alegre.

Destaque para a presença de autoridades de peso no cenário nacional, como Gilberto Pucca Jr., coordenador nacional de Saúde Bucal do Ministério da Saúde, representando a Presidência da República; o deputado federal Rafael Guerra , da Frente Parlamentar de Saúde e 1º-secretário da Câmara Federal, representando o governo do Estado de Minas Gerais; Marcelo Teixeira, secretário de Saúde de BH, representando o prefeito. Ainda, o presidente do CFO, Ailton Morilhas, titulares de CROs de diversos pontos do País, o presidente da APCD, Silvio Cechetto, além de representantes da indústria brasileira, sindicatos de classe e demais entidades do setor e faculdades, entre outros.

Do cenário internacional, destaque para Roberto Vianna, brasileiro, presidente da Federação Dentária Internacional (FDI); Orlando Monteiro, português, presidente eleito da FDI; Adolfo Rodríguez, dominicano, presidente da Federação Odontológica Latino-americana (Fola).

No discurso de posse de Newton Miranda de Carvalho, a tônica foi a convocação de seus pares ao trabalho, dizendo ter aceito o desafio “por ter os braços agarrados à Odontologia, mas os olhos fixos no futuro”. Confira:

FOTO: Sarita Coraçari

Família Miranda de Carvalho: Maurício, Newton, Flávio (dentistas), Newton Jr., Rosângela (protética) e Juliane

“Senhores, senhoras, caros colegas,

Minhas primeiras palavras são de agradecimento a todos os senhores que aqui vieram para nos emprestar seu prestígio e abrilhantar esta solenidade.

Aqui, seguramente, estão representados os melhores expoentes da indústria, do comércio, do governo e da classe odontológica. Hei de agradecer também aqueles que acreditaram em meu humilde desejo de servir e se alinharam comigo no propósito de fazer um bom diagnóstico e um bom tratamento dos males que afligem a Odontologia brasileira e que têm penalizado nossos colegas e todos os cidadãos que dela necessitam. A esses que compõem a nossa chapa, agradeço de coração e já os convoco ao trabalho.

À minha família, meus filhos Maurício, Juliane, Flávio, Newton Júnior; minha netinha Júlia e especialmente minha esposa Rosângela, devo agradecimento especial por entenderem que roubo do convívio com eles boa parte desse tempo, para servir à minha classe com denodo e dignidade, como venho fazendo ao longo dos anos.

Não poderia deixar de agradecer também os funcionários da ABO e os da nossa clínica, que tanto me têm ajudado a cumprir essa missão. Agradeço também à Oral-B.

Senhores, tenho meus braços agarrados à Odontologia e meus olhos fixos no futuro. Por isso é que aceitei esse desafio de trabalhar baseado em quatro premissas: apoio às ABOs, Seções e Regionais, que a cada dia vêem seus problemas se agravarem com a fuga dos associados, desalentados com nossa pouca eficácia na solução de seus anseios; apoio às ações sociais para as quais devemos estar sempre disponíveis, como nossa obrigação cidadã; apoio às ações governamentais, seja no apoio legislativo, seja nas parcerias que levem a resultados benéficos e necessários complementares à ação governamental; apoio à indústria e ao comércio para que sejam reais agentes de produção de bens e de divisas para nosso País. Aqui incluo a realização do Congresso FDI Salvador 2010, que tanto alavancará nossa indústria e nossa ciência.

Com os olhos nestas premissas pretendemos agir. Chama-nos a atenção o fato de sermos 3% da população mundial, mas sermos 19% dos cirurgiões-dentistas do mundo. Isso nos convida à reflexão sobre nosso dever de sermos força transformadora desse cenário que desemboca num mercado profissional tumultuado em todas as direções:

-Excesso de faculdades que são criadas atendendo demandas políticas, e não sociais. Como consequência, elas se concentram nos grandes centros urbanos exercendo concorrência predatória entre si e aviltando a qualidade do ensino;

-Êxodo profissional em números assustadores por falta de oportunidade de competição;

-Concentração de profissionais nesses mesmos grandes centros onde estão as faculdades, gerando salários aviltantes e renda incompatível com o nível cultural e científico do cirurgião-dentista;

-Concorrência predatória e canibalista, que gera conflitos e cria sensação de que nossas entidades não estão fazendo o dever de casa corretamente.

Porém, dentro desse quadro, começam a surgir soluções alentadoras, como a criação e implementação de políticas nacionais de saúde bucal, onde se destacam as ações capitaneadas por Gilberto Pucca, entre elas o Programa Brasil Sorridente. Além de projetos de lei que obrigam a aplicação de 20% da receita com saúde, ações de saúde das prefeituras, com destaque para o trabalho realizado pelo prefeito de Belo Horizonte, entre outras.

De nossa parte, os CDs estão buscando se organizar melhor por percebermos que só assim poderemos resolver nossos problemas através de um espírito de corpo. E esse objetivo de união de todos, de uma ABO de Todos será perseguido incansavelmente, com todas as nossas forças. E a presença honrosa do presidente da APCD aqui, hoje, é a prova inequívoca de a solução passa por este caminho.

Que Deus nos ilumine a todos e nos conduza na direção certa.

Muito Obrigado!”


NOTA PUBLICADA EM 09 DE FEVEREIRO DE 2010






 

Copyright © 2005 ABO - Associação Brasileira de Odontologia. Melhor se visualizado com resolução de 1024 X 768.
Todos os direitos reservados. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.